Parceria da Prefeitura do RJ com a Instituição Manassés tira pessoas da dependência química

Vídeo recente divulgado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, em homenagem ao Dia do Internacional de Combate às Drogas (26 de junho), divulgou a parceria “exitosa” entre a administração local e a Instituição Manassés. Através deste projeto, diversas pessoas se recuperaram da dependência química.

Alessandro de Oliveira foi usuário de drogas durante 28 anos. Um dos recuperados, afirma que a cocaína é uma ilusão. “Hoje sou um homem que tem identidade, confiável, não só com as pessoas, mas comigo mesmo”, disse.

Vinícius Ribeiro conseguiu se recuperar e hoje ajuda aos usuários que estão nas ruas. “Hoje minha vida tem sentido. Eu não vejo como um trabalho. É como se fosse a minha missão. Essa história de uma vez drogado sempre drogado é uma mentira”, disse Vinícius.

A cidade do Rio de Janeiro recebeu de 2012 a 2015, R$ 94 milhões para tratar dependentes químicos. Como não foi utilizado, a União pediu o valor de volta.

Em 2018, 32 comunidades terapêuticas sem fins lucrativos foram regulamentadas e hoje recebem do governo federal R$ 1 mil por mês para o tratamento de cada dependente. Elas atendem mais de 2 mil pessoas na cidade do Rio de Janeiro.

“Esta é mais uma oportunidade para que o usuário que sofre de dependência química possa ter mais uma possibilidade de recuperação. As instituições fazem o que o poder público não consegue fazer”, disse Douglas Manassés.

Música em homenagem a Instituição Manassés

Recentemente, o prefeito Marcelo Crivella compôs uma música, intitulada “Mudou”, que fala da história de mudança de vida dos dependentes que se recuperaram no projeto.

No dia 13 de fevereiro deste ano, Marcelo Crivella realizou um show beneficente para arrecadar recursos e atender população de rua, no Clube Ribalta, na Barra da Tijuca. Mais de 10 mil pessoas compareceram ao evento.

O show teve a apresentação do coral “Um novo Caminho”, da Instituição Manassés, cantando a música “Mudou”.

“Recebemos a música com muita alegria e felizes com o reconhecimento ao nosso trabalho”, disse Marcos Manassés.

Instituto Manassés

A Instituição Manassés realiza um importante trabalho de recuperação e reintegração de jovens com dependência química. E durante a pandemia da Covid-19 está recebendo em suas unidades pessoas em condição de rua em Salvador.

Ela está presente em 18 estados do Brasil. Atende atualmente a 580 internos. Em salvador, a Instituição tem quatro unidades: Cajazeiras, Iguatemi, Praia do Flamengo e Praia de Ipitanga.

A Instituição Manassés recebe até 50 pessoas em cada unidade.

Fonte: blogdolau.net.br / politicalivre.com.br / salvadornoticia.com